5º ano - SimCity

16/08/2019

SimCity - aprendendo sobre a complexidade das cidades
 

Os jogos digitais são poderosos recursos didáticos por mobilizarem diversas habilidades dos estudantes utilizando tecnologias e mídias nas quais eles já nasceram imersos.

A diversidade de gênero no mercado atual possibilita explorar diversos conhecimentos em todas as áreas.

Nas aulas de Ciências Humanas os estudantes do 5º ano estudaram e exploraram os desafios do crescimento das grandes cidades, seus impactos e as possíveis alternativas para que ele aconteça sem prejudicar a qualidade de vida das pessoas, garantindo direitos.

Para ampliar essa compreensão, foram convidados a viverem a experiência digital de administrar uma cidade por meio do jogo. Conhecido mundialmente, SimCity é um simulador de construção e gerenciamento que coloca o jogador diante do grande desafio de produzir e gerir recursos para construir uma metrópole e alcançar os maiores índices de satisfação da população.

Além do desafio do gerenciamento da cidade, o jogo proporciona importantes reflexões e decisões: como gastar mais para a abastecer a cidade com energia renovável e preservar o ambiente e a saúde das pessoas ou gastar menos com energia não renovável, mas ter que lidar com diversos problemas de poluição e saúde da população.

A experiência faz parte dos projetos Cidade Ativa e Jornal Emilie, ambos desenvolvidos no segundo bimestre de Ciências Humanas e Português. Em Ciências Humanas os estudantes investigaram o crescimento das cidades e suas consequências, coletando e analisando dados sobre saneamento básico, consumo e produção de energia elétrica e mobilidade urbana. Em Português as crianças estudaram a função social do texto jornalístico, sua estrutura e como interpretar e produzir notícias.

No terceiro bimestre os estudantes estão aprofundando seus conhecimentos e explorando os meios de comunicação e transporte em um modelo de cidade construído coletivamente por eles para criação de alternativas de transporte e comunicação.
 
Vejam alguns dos depoimentos dos nossos estudantes:
 
Maria Luísa Bezerra
Foi bem legal, gostei muito. Minha cidade não deu muito certo porque fiquei sem dinheiro e entraram muitas pessoas na cidade, não deu para atender todos os pedidos, mas aprendi que não pode fazer a cidade crescer muito rápido porque podemos ficar sem dinheiro.
 
Paula Marie Haruna
Achei que foi muito legal jogar, é bem difícil administrar uma cidade e é bem difícil atender todos os pedidos da população. Pelo menos não tive desastres naturais e não perdi muito dinheiro.
 
Nicolas Coelho
Achei bem difícil porque não sabia criar estradas e os moradores ficaram reclamando. Aprendi a fazer as estradas, mas eles começaram a reclamar da falta de energia e água, gastei muito dinheiro e não consegui resolver todos os problemas. O dinheiro acabou, mas consegui vender produtos para arrecadar mais dinheiro.
 
Jorge Trigo
É bem legal o jogo, adorei jogar e até comecei a jogar em casa depois que joguei na sala de aula. É bem difícil o jogo, você tem que pensar em tudo ao mesmo tempo. Criei até uma técnica, que é colocar cada fábrica para produzir ferro ou madeira. Meu maior problema foi a falta de dinheiro, pois fui evoluindo bastante na produção de água e energia antes de ter uma população maior. Cheguei no nível 5 e meu outro problema foram os incêndios, porque preciso de dinheiro suficiente para criar um posto de bombeiros para não perder pessoas para outras cidades. As reclamações não acabam até o problema ser resolvido.
 
 
Murilo Rodrigues
Achei muito legal o jogo. Aprendemos como funciona e se organiza uma cidade e como é caro construir casas e prédios. Gostei bastante do jogo, não teve nada que eu não tenha gostado. Achei difícil ter que construir o que a população queria e ainda assim ter dinheiro para outras coisas.
 
Cauã Chingotte
Gostei bastante do jogo porque a gente aprende como se organiza uma cidade. Achei muito difícil manter a cidade funcionando porque, se gastar muito dinheiro, a cidade pode falir. Conseguir economizar dinheiro e ajudar a população faz ela crescer mais. O jogo é bem legal e me senti um verdadeiro prefeito. Tem muitas reclamações da população sobre a água e luz, mas também tem benefícios quando você resolve os problemas para a população, como fazer parques.
 
Rafaela Pérez
Gostei muito do jogo SimCity porque podia fazer várias coisas, como reformar, comprar coisas da cidade vizinha. Pode construir Corpo de bombeiros, Prefeitura... Gostei muito porque ele também me ensinou mais sobre o saneamento básico. Minha parte favorita do jogo foi poder escolher o nome da cidade e poder ajudar as pessoas; e o que eu menos gostei foram as reclamações por reformas, porque dá muito trabalho fazer tantas reformas. As reclamações ao menos ajudam a mostrar onde melhorar a cidade.
 
Ana Clara Dettmer
Achei o jogo muito legal e divertido porque podemos criar a cidade do jeito que quisermos e precisamos deixar os moradores felizes, isso é difícil porque eles pedem muitas reformas e isso exige dinheiro. Também gostei porque podemos comprar coisas de outras cidades e fazer coisas divertidas. Quando fazemos coisas boas, recebemos elogios dos moradores e isso é muito legal. Algo que não gostei é que a população pede muita coisa que é cara (na cidade real também é caro), mas é muito bom cumprir com o que pedem e subir de nível.
 
 
Liliane Maria Oliveira, Professora do 5º ano EF
 
 

RELACIONADAS

Semeando sonhos para colher frutos!...

A importância da concentração e da disciplina para a aprendizagem....

studantes do 5º ano relatam suas observações sobre a inauguração de uma usina hidrelétrica!...

Alunos do Emilie do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental participaram do processo de Recuperação Paralela...

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok