Antônio, João e Pedro: os comemorados de junho

04/07/2017

Antônio, João e Pedro: os comemorados de junho

 
As festas juninas são eventos tradicionais do calendário brasileiro e um retrato da diversidade cultural e religiosa do nosso país. A origem da festa junina nos remete às festas populares europeias, principalmente de Portugal, trazidas para o Brasil durante o processo de colonização. Nestas festas, a tradição é homenagear três homens que, no seu tempo, tiveram a coragem de fazer o bem para quem precisasse. 
As comemorações dedicadas aos três - Antônio, João e Pedro - todas no mês de junho, formam um dos mais alegres ciclos de festas populares no Brasil.
As danças juninas, como a nossa quadrilha, reproduzem os festejos pré-cristãos que eram realizados nessa mesma época do ano, e tinham diversos ritos ligados à fertilidade da vida. Por isso, a dança e a música, desde sempre, estiveram conectadas a tais comemorações.
As festas juninas constituem um período único para nós brasileiros, no qual ruas, clubes, igrejas, praças e escolas são enfeitados com bandeirolas multicoloridas e mastros com as figuras pintadas de Santo Antônio, São João e São Pedro. É um mês musical, vivido ao som de canções sertanejas, baião, xaxado e forró. As festas juninas são tidas como um dos mais alegres e populares festejos de fundo religioso e cultural do nosso país.
 
 
3º EF
Os alunos dos 3º anos do Ensino Fundamental fizeram uma homenagem a São João, o santo que preparou o caminho para Jesus e o batizou. Escolhemos o forró, ritmo brasileiro com muito movimento e alegria. É assim que queremos celebrar nosso Arraial.
 
4º EF
“Quem não gosta de samba, bom sujeito não é! Ou é ruim da cabeça, ou doente do pé...”
A cultura africana esteve presente em nossas aulas de diferentes maneiras por meio da arte, música, dança...
Ao estudar os fatos históricos, descobrimos que a cultura africana permanece viva dentro de cada um de nós, e um dos elementos presentes em nossas vidas é o samba, que completou um século.
Com esse ritmo envolvente, o 4º ano escolheu o santo casamenteiro. Vem com a gente! Vem dançar com Santo Antônio.
 
5º EF
São Pedro encerrou os festejos juninos. O santo das chuvas, padroeiro dos pescadores, daqueles que trazem da água o seu sustento e transformam seu labor em saudoso baile com o mar na cadência das cantorias dos trabalhadores, estudadas pelo quinto ano como formas de expressão da relação do homem com o trabalho. E não podemos falar em Festa Junina sem a tradição nordestina, que permeia nosso cotidiano especialmente na música! Por isso, no ritmo do baião, o quinto ano também trouxe a alegria da chuva para o sertanejo, quando a dura realidade da seca se desvanece em dança e satisfação pela garantia da boa colheita.
 

RELACIONADAS

Pequenas Escolhas hoje para Grandes Decisões amanhã....

Os alunos desbravam o universo no 1º semestre!...

A partir da canção "A Loja do Mestre André", os alunos registram os sons de instrumentos....

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok