O Xadrez como componente curricular

10/05/2018

O Xadrez como componente curricular


Há mais de 1500 anos o Xadrez encanta as pessoas. Surgido na Índia (alguns especialistas questionam o fato histórico) como ferramenta a serviço da estratégia militar, logo transcendeu os limites da guerra e se instalou nos salões da nobreza e, depois, nas casas comuns e nos espaços públicos. Hoje existem milhões de jogadores apaixonados mundo afora, seduzidos pelos mistérios que se renovam sem cessar sobre o tabuleiro.

O nomeado xadrez pedagógico, modalidade acolhida na matriz curricular do 2º ao 5º ano no Colégio Emilie há mais de dez anos, não busca modelar futuros campeões nem oferecer outra prática exclusivamente recreativa. Antes, pretende incrementar o desenvolvimento da disciplina mental dos alunos usando elementos definidores do jogo: o raciocínio lógico-matemático, a acuidade espacial, a formação de estratégias, a capacidade de prever e decidir, a imaginação, o autocontrole. Muito além do âmbito enxadrístico, tais faculdades constituem recursos valiosos nos processos de aprendizagem. As pesquisas dirigidas são unânimes em destacar essa relação quando apontam a melhoria na absorção dos mais variados conteúdos pelas crianças.

E não menos importante - jogar Xadrez é gostoso pra caramba!


 
Nivaldo Freixeda, Professor de Xadrez

RELACIONADAS

Alunos do 4º ano fazem escambo gastronômico....

Confira a programação!...

O 2º ano EF trabalha diferentes técnicas de resolução de problemas....

Confira as fotos desta manhã de aprendizagem!...

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok