• Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube
  • E-mail
  • Moodle

Home Office durante a pandemia

19/06/2020



 


 

No final do ano de 2019, um vírus devastador chamado coronavírus começou a contaminar seres humanos, exterminar vidas e fez o mundo todo questionar e modificar conceitos. Entre os conceitos, destacamos os postos de trabalho de milhares de trabalhadores, os quais passaram a ser improvisados, pois o tempo não foi, na maioria dos casos, suficiente para que fossem planejados, projetados e adaptados de forma a implantar a ergonomia nos ambientes.

O chamado “Home Office” (trabalho em casa), que antes era uma opção ou um privilégio para alguns, passou a ser a única saída para muitos trabalhadores. Em um primeiro momento, podemos destacar as vantagens de se trabalhar em “HOME OFFICE” sem precisar enfrentar o trânsito das cidades ou trabalhar em uma atmosfera familiar. Mas as desvantagens começam a ficar latentes quando uma adaptação precisa ser imediata. O trabalhador visualiza e estabelece um local improvisado: uma cadeira e uma mesa disponível para apoio do computador ou notebook e a solução está pronta! De improvisada, acaba sendo uma solução permanente.

A rotina foi modificada. Horários de trabalho muitas vezes são prolongados, o sono alterado, o organismo passou a entender outra forma de trabalhar. Outro fator é a questão familiar, em que uma mesma família dentro de um único espaço pode apresentar mais de uma pessoa precisando dividir o mesmo espaço e até mesmo o único computador ao mesmo tempo; por exemplo, dois filhos que precisam assistir às aulas ao mesmo tempo em que o pai e a mãe precisam usar o sistema do trabalho deles, que fica disponível em um determinado horário.

 


A conexão da Internet, que às vezes também se torna instável, pode acabar gerando um grande problema.
Os trabalhadores, dentro dessa nova rotina, podem ter desencadeado doenças crônicas como dores de cabeça, tensão, depressão, pânico, ou problemas de saúde que não tinham antes do isolamento obrigatório. A questão de conforto térmico, acústico, falta de iluminação adequada, alimentação desregulada com a nova rotina e com o passar dos dias também afetam o trabalhador, provocando distúrbios de saúde físicos ou mentais.

Na Norma Regulamentadora NR-17, ficam claros os itens pré-estabelecidos para se trabalhar corretamente em postos de trabalho, sem prejuízos à saúde do trabalhador.

17.1. Esta Norma Regulamentadora visa estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

No item 17.3. Mobiliário dos Postos de Trabalho
17.3.1 Sempre que o trabalho puder ser executado na posição sentada, o posto de trabalho deve ser planejado ou adaptado para esta posição. A altura da cadeira deve ser a mesma distância entre o joelho e o chão. Caso não seja, coloque almofadas para ajudar no ajuste da altura. Os braços precisam estar na altura da mesa.

 


17.3.2 Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação e devem atender aos seguintes requisitos mínimos:

- ter altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento;

- ter área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador;

- ter características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais.


Ajuste seu monitor na altura correta – ele deverá ficar entre 50 e 70 cm de distância dos olhos, e o topo do monitor alinhado horizontalmente com seus olhos, para melhor conforto visual.

A Norma NHO 11 apresenta a AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE ILUMINAMENTO EM AMBIENTES INTERNOS DE TRABALHO

Visa estabelecer critérios e procedimentos para avaliação dos níveis de iluminamento em ambientes internos e indicar os principais parâmetros que interferem nos aspectos quantitativos e qualitativos relacionados à iluminação interna dos ambientes de trabalho.

Cuidado com luminárias de mesa; não deixe a luz atingir diretamente os ollhos.

A NBR 10152 apresenta a ACÚSTICA - NÍVEIS DE PRESSÃO SONORA EM AMBIENTES INTERNOS A EDIFICAÇÕES

Estabelece os procedimentos técnicos a serem adotados na execução de medições de níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações, bem como os valores de referência para avaliação dos resultados em função da finalidade de uso do ambiente. Para isso é preciso ficar atento aos itens indispensáveis em seu trabalho.

Fazer uma rotina desde seu acordar, higiene, desjejum e organizar seus horários de trabalho e pausas para refeições saudáveis irão lhe ajudar a desempenhar melhor suas atividades dentro de sua jornada habitual. Se sentir cansaço visual, calor, dores nas costas, formigamento nas mãos, pare um pouco por alguns minutos e procure identificar e corrigir sua posição.

Não esqueça de que está em horário de trabalho; assim, evite conversar com a família, brincar com os pets, assistir à TV ou distrair sua atenção com outros assuntos.

Portanto, os trabalhadores precisam observar e melhorar suas condições de trabalho. A adequação do posto de trabalho será muito importante para que consiga evitar problemas físicos e mentais não só no período de pandemia, mas para toda a vida.
 

 


Maria Renata Machado Stellin é professora da Disciplina Eletiva de Engenharia e Arquitetura do Colégio Emilie, Arquiteta e Urbanista, Ma. e Doutora em Engenharia Mineral .Eng. de Segurança do Trabalho e Especialista em Higiene Ocupacional pela POLI /USP. Membro do Conselho da Revista Preven.
 

* Imagens reproduzidas do artigo publicado pela Revista Preven

 

RELACIONADAS

A flexibilidade do currículo em 4 áreas do conhecimento....

Aproveite o período de isolamento para curtir, mexer e remexer com a gente!...

Reflexão e conforto durante o isolamento social....

Não saia de casa, mas continue com a gente!...

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok
<